terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Autismo



Não se trata de um acaso biológico. Os pais que recebem em seu lar um espírito com essa característica tem uma história pregressa que os une a essa situação. Em geral, estão bastante compromissados com esse espírito. As ligações dos pais com seu filho costumam ter componentes tanto provacionais como expiatórios e de missão. Segundo diversos autores encarnados e desencarnados, o autismo é uma expressão física cerebral decorrente de uma importante desarmonia espiritual. A causa espiritual do autismo, a mais comumente citada pelos espíritos superiores é uma desarmonia ocasionada pela postura do Espírito em se recusar, insistentemente, a reencarnar. Como o Espírito rejeita, não admitindo em hipótese alguma o renascimento, traz em seu comportamento um aspecto de estar ausente e não adaptado à realidade da vida física. É muito útil a conversação, desde que bem orientada, que se faz com um autista durante o sono. As orientações são captadas pelo inconsciente (espírito), pois é este quem está enfermo. Durante o sono o córtex cerebral não atuando dá espaço para que nos comuniquemos diretamente com o Espírito. Há alguns chakras que seriam mais específicos para intervenção. O chakra frontal enviando, em pensamento, uma energia luminosa azul clara e brilhante, repetindo pensamentos objetivos, simples e curtos. Outro chakra seria o cardíaco, imaginando uma energia luminosa de cor rosa, envolvendo o coração do autista.  
Dr. Ricardo Di Bernardi (Jornal Bimestral da Sociedade Espírita Ramatis - Maio / Junho de 2016)

Nenhum comentário: